POLÍCIA LEGISLATIVA MOSTRA SUA FACE SOCIAL

Polícia Legislativa mostra sua face social e busca recursos entre os membros para ajudar creches dos locais mais carentes do Distrito Federal

Voluntariado e participação importante da Polícia Legislativa na área social

No dia 07/11/2014 membros da Polícia Legislativa fizeram uma visita à creche para conhecer o trabalho realizado de perto, ver as crianças educandas e trazer uma contribuição arrecada entre vários colegas da SPOL para ajudar nos gastos mais urgentes do abrigo. A experiência foi muito gratificante nas palavras dos colegas, que pretendem retornar e adotar a creche como protegida da PSF (Polícia do senado Federal), APCN (Associação das Polícias do Congresso Nacional) e PCD (Polícia da Câmara dos Deputados).

Nas palavras do Policial Legislativo do Senado Jonas Junio Linhares Costa Monteiro: “É Simplesmente indescritível ver o trabalho que essa grande heroína senhora Maria José faz para ajudar 50 crianças necessitadas, sem nenhum recurso público, vivendo de parcas doações.. realmente é mais que nosso dever ajudar esses heróis anônimos (Maria Jose, o marido João Carlos vigilante, e a filha Simone) a bravamente cuidarem de todas essas crianças.. como poderíamos ficar tranqüilos e satisfeitos sabendo que outros tão perto de nós vivem com tão pouco? Vamos fazer a diferença! é muito gratificante parar para um dar um pouco do nosso tempo e esforço para ajudar esses pequeninos.. se temos uma vida com boas condições é mais do que nosso dever preocuparmos com aqueles que não tem o básico.. obrigado a todos os colegas que ajudaram e que irão nos ajudar novamente nas próximas doações!”

Também salientou o Policial Legislativo Flávio Nunes Ferreira: “obrigado a todos os colegas que ajudaram com sua contribuição nesse pequeno esforço coletivo, espero que a gente se conscientize e passe a se mobilizar permanentemente nessa causa!”.

A instituição também precisa de melhorias estruturais para oferecer mais conforto para as crianças. A casa conta com apenas uma sala de televisão, usada também como refeitório; dois quartos apertados para a hora do descanso, com colchonetes finos; dois banheiros, uma cozinha e um parquinho, cujos brinquedos estão enferrujados.

Durante o ano inteiro, Maria José enfrenta dificuldades. As coisas só melhoram um pouco em dezembro. “As pessoas lembram-se de fazer doações nessa época. Parece que as crianças comem só no Natal. Mas teve um aniversário de Jesus que marcou muito, em 2008: tive que mandar os meninos para casa porque não tinha comida para fazer uma festa. E o pior é saber que em casa eles também não vão ter ceia.”

Clima familiar

O nome da instituição é uma homenagem de Maria José aos quatro netos: Bruno, João Victor, Alexandre Júnior e Laura Beatriz. Esta última ganhou o nome da bisavó, a mãe de Maria José.

Participe

Qualquer doação é bem-vinda, de comida a material de limpeza.
Contato: QN 15 B, Conjunto 1, Casa 21, Riacho Fundo II.
Telefone: 3434-7034.
Agência: 1556
Conta Corrente: 227298-3
Banco: Caixa Econômica Federal (104)
Titular: João Carlos

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

FORMATURA DOS NOVOS POLICIAIS DO SENADO FEDERAL

Encerrou-se no dia 14 de novembro de 2014 o “II Curso de Formação dos Policiais do Senado Federal”. Nesta ocasião, em cerimônia no Auditório Antônio Carlos Magalhães situado no Interlegis – Senado Federal, foi proferido o discurso do orador da turma, Policial Legislativo DIEGO ALEKES FONTES DE SOUSA, que segue transcrito logo abaixo.
A APCN, Associação da Polícia do Congresso Nacional, parabeniza a todos os colegas formandos ciente de que prestarão o melhor serviço à sociedade brasileira e ao Senado Federal.

Ilustríssimo Diretor-geral do Senado Federal, senhor Luiz Fernando Bandeira de Mello,
Ilustríssimo Diretor da Secretaria de Polícia do Senado Federal, senhor Pedro Ricardo Araújo Carvalho,
Ilustríssimo Diretor-Adjunto da Secretaria de Polícia do Senado Federal, senhor Eduardo Antônio Alencar Brito,
Caríssimo Coordenador do Curso de Formação, senhor Antônio Vandir de Freitas Lima,
Queridos familiares e amigos,
Caros colegas,
Bom dia!
Hoje celebramos o encerramento do curso que formou 25 novos Policiais Legislativos. Durante quase dois meses assimilamos novos conhecimentos e aprendemos muitas técnicas. Mas de tudo o que aprendemos o que mais me impressionou foi descobrir o que torna a Polícia do Senado tão especial.
Uma Polícia do Legislativo não poderia deixar de incorporar valores típicos desse Poder. Esse com certeza é o nosso diferencial em relação às outras instituições policiais. Nos genes da nossa Polícia está a compreensão de que a sociedade brasileira é ao mesmo tempo nossa chefe e cliente por excelência. Essa sociedade exige respeito aos seus direitos e demanda uma Polícia que tenha o diálogo como sua principal arma.
Pelo que vivenciamos em nosso curso de formação, hoje podemos dizer que esse é o espírito da nossa Polícia. Uma instituição que garante a paz e a tranquilidade necessárias ao pleno desenvolvimento do processo legislativo, mas sem ofuscar o seu brilho. Vale dizer: discreta, mas eficiente. Uma Polícia cidadã, que existe até mesmo para garantir os direitos fundamentais daqueles que confrontam o nosso Legislativo. Uma verdadeira ode à célebre frase: “posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-la”. Essa é a Polícia do Senado que tivemos o privilégio de conhecer e à qual dedicaremos os próximos dias das nossas vidas.
Estar aqui vendo a expressão de felicidade de 25 famílias é a realização de um sonho. Todos sonharam muito alto. De fato sonhamos alto, mas como falou o poeta catarinense Lindolff Bell, não fomos menores que os nossos sonhos. Lutamos e vencemos. Todavia, sabemos que não existem batalhas solitárias. Ao nosso lado tivemos verdadeiros heróis: nossos pais, amigos, filhos e cônjuges. Gostaríamos de lhes agradecer e reconhecer que não estaríamos aqui se não fosse por seu apoio e inspiração.
Agradecemos ainda a todos os que estiveram comprometidos com a nossa formação como policiais legislativos, especialmente ao Diretor da Secretaria de Polícia, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, e ao coordenador do curso, Antônio Vandir de Freitas Lima: dois servidores abnegados que diariamente ofertam o seu melhor em prol da nossa instituição.
Por fim, agradecemos a cada um dos nossos instrutores, não apenas pelo que foi ensinado em sala de aula, mas principalmente pela experiência que nos foi transmitida e pelo acolhimento que recebemos. Em poucos dias desfrutávamos daquele sentimento bom de “estar entre amigos, e não meros colegas de trabalho”. Esse vínculo é o que transforma grupos em equipes, colegas em irmãos, e que, com toda a certeza, contribui para sermos a melhor Polícia do Brasil. Obrigado!

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

COMUNICADO DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO

A comissão Eleitoral da Associação da Polícia do Congresso Nacional – APCN DECLARA aberto o período de inscrições de chapas para eleições a ser realizada no dia 25 de novembro de 2014, para diretoria da APCN, triênio 2015/2018, na sede da Associação, localizada no Anexo I da Câmara dos Deputados, 27° andar, sala 2703A, de 8h às 17h. As chapas poderão ser inscritas até dia 24 de novembro, segunda-feira.

Brasília, 05 novembro 2014.

Atenciosamente,

Diretoria

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _


© Copyright 2008 Associação da Polícia do Congresso Nacional - APCN | Melhor visualizado em resolução de 1024px X 768px | Desenvolvido por HA-Hudson Araujo
Validated by HTML Validator